Notícias

Megastock apoia
Logo Escola Secundária Serafim Leite

Escola de São João da Madeira que representa Portugal em concurso mundial de robótica

A Escola Secundária Serafim Leite, de São João da Madeira, vai representar Portugal no concurso mundial que em julho avaliará nos Estados Unidos novas soluções de programação e robótica para armazenamento de água potável.

A competição intitulada “FIRST Global”, organizada pela instituição pública sem fins lucrativos IFCA – International FIRST Committee Association, reunirá em Washington, de 16 a 18 de julho, comitivas de professores e estudantes de 160 países.

A FIRST Global “aborda um dos ’14 Grandes Desafios’ identificados pelas academias nacionais de engenharia dos Estados Unidos, Reino Unido e China”, revelou à Lusa fonte da Escola Serafim Leite.

“Partindo do princípio de que o acesso à água potável é um dos grandes problemas da humanidade, o concurso desafiará as equipas a colaborarem na busca de soluções nas áreas do armazenamento de água potável, filtragem de água contaminada e procura de novos aquíferos” explica.

A proposta da equipa portuguesa será desenvolvida por cinco pessoas: os professores Fátima Pais e José Lemos e, da lado dos estudantes conta com, João Azevedo, que vem investigando a área da mecatrónica no curso profissional de Técnico de Eletrónica, Automação e Comando, Rui Costa e Rúben Fernandes, ambos do curso Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos.

A Escola Secundária Serafim Leite foi convidada a representar Portugal no FIRST Global diretamente pela IFCA. A escolha foi motivada pela “longa experiência internacional” desse estabelecimento de ensino no que se refere à robótica, visto que os alunos da instituição vêm há muito participando em competições de diferentes países, em projetos de intercâmbio na Europa e até em programas de mentoria como o da Academia de Ciências de Nova Iorque.

No caso específico do FIRST Global, a participação terá de seguir diretrizes muito concretas da organização do evento: as especificações técnicas exigidas para os robôs foram identificadas num manual próprio e os componentes a utilizar na sua conceção também já foram disponibilizados às equipas, para que todas tenham acesso às mesmas peças e trabalhem em igualdade de circunstâncias no que se refere a materiais. Os ‘kits’ distribuídos para o efeito incluem assim elementos como rodas, baterias parafusos, cordel, ‘tablets’ e comandos de consolas.

A Megastock Apoia

Entretanto, enquanto professores e estudantes trabalham na criação do robô, a direção da Serafim Leite vem-se concentrando na angariação de fundos que lhe permitem suportar a deslocação da equipa até aos Estados Unidos e a respetiva estadia em Washington – já que a despesa só é parcialmente suportada pela IFCA.

A Megastock respondeu prontamente ao apelo e é com orgulho que apoia esta equipa na sua aventura à competição FIRST Global.

Logo Megastock