Syslog

A extensão do seu ERP para ambiente de armazém

O que é o Syslog – Easy Logistics

Automatize os seus processos logísticos no armazém de forma simples e integrada

A EXTENSÃO DO SEU ERP PARA O ARMAZÉM

O Syslog – Easy Logistics é uma solução de gestão de armazéns para terminais portáteis ligado de forma online e em tempo real com o seu ERP.

O Syslog é a extensão do seu ERP em ambiente de armazém, permitindo que efetue tarefas de logística de forma simples, objetiva e móvel. Entre as várias tarefas disponíveis, destacam-se a receção de mercadorias, picking de encomendas de clientes, inventários e etiquetagem.

Está disponível para Android, Windows Mobile v5.0 ou superior e Windows CE v5.0 ou superior.

ELEVADO GRAU DE PARAMETRIZAÇÃO

Com elevado grau de parametrização, o Syslog permite uma adaptação das suas features às necessidades reais da empresa. Tal permite parametrizar os processos de forma a se adequarem às reais necessidades de cada armazém.

UMA APLICAÇÃO DE TERRENO

O Syslog cobre os diversos processos logísticos de um armazém, funcionando em terminais portáteis (códigos de barras 1D e 2D). A comunicação funciona por Wi-Fi, permitindo uma interatividade em tempo real entre o seu ERP e o seu armazém.

Monitores

Esta funcionalidade permite que todos os colaboradores de um armazém vejam em tempo real o estado de separação de cada encomenda, mostrando num display as encomendas, produtos e quantidades que faltam separar de forma a cumprir o que estava planeado. Além dos dados atrás referenciados mostra gráficos de performance de satisfação das encomendas previstas e desvios em relação ao previsto.

Ainda não

tomou a sua decisão?

A demonstração é gratuita

Entre em contacto connosco

Conheça todos os Módulos

Receção de encomendas de fornecedores

Com o Syslog é possível rececionar encomendas dos seus fornecedores e dar entrada dos produtos rececionados em armazém de forma simples e integrada.

Selecione a encomenda, ou encomendas a rececionar e leia os códigos de barras de cada artigo ou caixa. Caso utilize códigos GS1, o SysLog recolhe a informação disponibilizada na etiqueta e cria os lotes (caso seja esse o caso) no seu ERP, sendo todo este processo efetuado automaticamente.

Poderá rececionar produtos com números de série, de peso variável, e com lotes, fazendo tal apenas através da leitura dos códigos de barras dos artigos.

O Syslog permite, além disso, que cada artigo tenha diversos códigos de barras associados. Caso os artigos não tenham códigos de barras poderá então selecionar da lista o artigo a rececionar e dar entrada de forma manual.

Pode também gerar etiquetas para os artigos selecionados de forma automática. Por exemplo, poderá gerar uma etiqueta para a caixa recebida ou gerar etiquetas para cada um dos artigos dessa mesma caixa.

Caso esteja a receber produtos de um fornecedor, ou de outra unidade de produção, e não exista nenhum documento de suporte, pode usar o módulo “Outros documentos” do Syslog e fazer uma receção “cega”.

Se necessitar de recolher informação acerca de uma receção pode associar um questionário que o utilizador deverá preencher no fim da receção (por exemplo, temperaturas, aspeto, etc.).

Podem estar vários utilizadores a rececionar a mesma encomenda em simultâneo.

Picking de encomendas de Clientes

Com os Syslog, separe encomendas dos seus clientes de uma forma simples e integrada. Para tal, basta selecionar a encomenda / encomendas a separar e ler os códigos de barras de cada artigo ou caixa. Caso utilize códigos GS1, o Syslog recolhe automaticamente a informação disponibilizada na etiqueta, seja essa informação lotes, datas de validade ou outras.

Poderá separar produtos com números de série, de peso variável, e com lotes, fazendo tal apenas através da leitura dos códigos de barras dos artigos.

O Syslog permite, além disso, que cada artigo tenha diversos códigos de barras associados. Caso os artigos não tenham códigos de barras pode selecionar o artigo a separar a partir da lista. Poderá igualmente gerar etiquetas para as caixas contendo informação como o nome do cliente e a encomenda, para que a caixa esteja devidamente identificada.

Caso necessite de fazer picking para caixas, leia toda a informação acerca do módulo Packing.

Podem estar vários utilizadores a separar a mesma encomenda em simultâneo.

Contagens

Com o Syslog poderá efetuar recolha de contagens de quantidades de artigos e disponibilizar estes dados para integração no ERP – seja nas tabelas de inventário ou em documentos de armazém. Informação acerca do armazém, localização, referência de artigo, quantidade, lotes, validade, número de série, utilizador, data e hora de registo são recolhidos e disponibilizados para integração no ERP. A recolha pode ser feita por leituras de código de barras ou por seleção de artigo. A recolha do lote, data de validade e número de série é disponibilizada em função das características do artigo definidas no ERP.

Os inventários podem ser cegos ou assistidos (exemplo contagem de uma determinada família, de uma zona do armazém).

Verificação de Preços

Este módulo permite ao utilizador fazer uma verificação de preços. Com o Syslog, se tiver uma loja com produtos expostos com o preço, pode ler o código de barras do artigo, ou selecioná-lo de uma lista caso o artigo não tenha código de barras, verificando de seguida se o preço que está na prateleira ou no artigo é igual ao que o terminal mostra.

Caso seja diferente, em função da configuração da aplicação, é possível imprimir uma etiqueta (numa impressora de etiquetas fixa ou portátil) com novo preço e aplicá-lo no produto de forma a que os preços que estão visíveis para os clientes estejam corretos. Desta forma, evitam-se situações desagradáveis relacionadas com preços incorretos no checkout.

Consultas

Porque aceder à informação é vital em determinadas situações, através do Syslog poderá definir um conjunto de consultas:

  • Consultas de existências de um determinado artigo por armazém;
  • Consultas do preço de um determinado artigo;
  • Consultas de artigos já separados para uma determinada encomenda;
  • Entre outras consultas.

Transferências

O módulo em questão permite efetuar transferências entre armazéns e entre diferentes localizações. Através deste, é possível criar processos de transferência de vários tipos, como por exemplo a arrumação.

Packing

O Syslog permite efetuar picking para caixas, ou seja, iniciar um processo criando para tal uma caixa (ou outro contentor), em que é gerada uma etiqueta a ser utilizada como identificativo. De seguida, ao fazer-se o picking de forma normal, todos os produtos separados ficam associados a essa caixa.

Cada vez que a caixa está cheia, é possível gerar uma nova e repetir todo o processo anterior.

É igualmente possível imprimir uma packing list de cada uma das caixas ou contentores. Deste modo, saber-se-á o conteúdo de cada uma das caixas.

A etiqueta pode conter somente o número de série da caixa, como também o nome do cliente.

Outros Processos

Este módulo permite criar os tipos de documentos que desejar, podendo, deste modo, registar dados como entradas da produção, transferências, registo de quebras, entre outros.

Se, por exemplo, necessitar de rececionar artigos sem que tenha uma encomenda de fornecedor, poderá então usar este módulo para criar uma entrada “cega”.

Etiquetagem

A geração de etiquetas é crucial para identificar artigos, prateleiras ou caixas de artigos.

Pode configurar a aplicação de forma a imprimir etiquetas em diversos pontos da aplicação, na receção, no picking, no packing, no price checking, entre outros que poderão ser definidos. O desenho das etiquetas pode ser efetuado em aplicações tipo Zebra Designer, Nice Label, Bartender, e exportados para o Syslog de forma a serem usadas nos diversos pontos da aplicação.
Pode definir para cada evento, nos diversos módulos, quando, quantas, em que impressora e qual o layout da etiqueta a imprimir de forma automatizada e simples.

As impressoras devem ser impressoras de etiquetas (tipo Zebra) e que tenham um IP configurado.

Qualidade

Este módulo é transversal ao Syslog e permite recolher dados de qualidade (texto e fotos) sempre que existir uma não conformidade relacionada com o artigo que está a manipular. A informação recolhida será enviada por email para o(s) utilizador(es) definidos para cada processo.

Também podem ser ativadas notificações automáticas para desvios de quantidades, na receção ou picking de uma determinada encomenda podem ser definidos inquéritos que podem ser despoletados automaticamente nos processos de recepção, picking e packing. Estes inquéritos podem aparecer quando inicia ou quando fecha um processo.

Integração com o  ERP PRIMAVERA é simples e está disponível de forma standard.

primavera bss 2

CÓDIGOS DE BARRAS

A utilização de códigos de barras permite a identificação de forma muito rápida de um determinado artigo ou caixa. Em consequência, acelera claramente os processos e ao mesmo tempo diminui erros de digitação. A leitura de diferentes tipos de código de barras é suportada pelo Syslog: pode usar códigos EAN13, EAN128, GS1, entre outros.

Cada produto pode ter mais de um código de barras associado, seja ele o identificador do artigo ou das unidades logísticas dos artigos.

ARMAZÉNS E LOCALIZAÇÕES

O Syslog permite que possa criar tantos armazéns quanto os que necessita (os armazéns devem estar definidos no seu ERP).

Dentro de cada armazém, poderá ainda parametrizar a aplicação de forma a trabalhar ou não com localizações, sendo que para gerir essas localizações será pedida a leitura do código de barras (ou seleção de uma lista) sempre que necessite.

REGISTO DE QUEBRAS

Muitas das vezes temos a necessidade de dar saída de produtos que estão danificados ou fora de validade, por exemplo.

Este módulo serve precisamente esse propósito, ao permitir criar um documento de saída de produto e indicar qual o motivo dessa saída. É também possível somente criar um movimento de transferência entre armazéns (por exemplo, de armazém principal para armazém de quebras), indicando também qual o motivo desse movimento.

LOTES E NÚMEROS DE SÉRIE

Os artigos poderão ser geridos por lote ou número de série em função das suas características. O Syslog irá solicitar a introdução ou seleção desses dados sempre que seja necessário.

MENSAGENS

O Syslog permite o envio de mensagens para um ou mais utilizadores, sendo estes notificados na própria aplicação. No backoffice é possível verificar quem leu ou não as mensagens enviadas.

INQUÉRITOS

Este módulo é transversal ao Syslog e pode ser despoletado nos diferentes processos. Podem configurar que dados querem recolher no backoffice do Syslog e associá-los a cada processo indicando se será despoletado quando inicia o processo ou quando o finaliza.

Estes dados ficam registados na base de dados do Syslog. Também é possível de configurar a aplicação para que envie um email com o relatório para uma lista de utilizadores pré-definida.

Podem definir 4 tipos de campos no Syslog, campos de texto, numéricos, de escolha ou fotos.

CONFIGURAÇÃO

Através do backoffice do Syslog poderá configurar diversos comportamentos da aplicação, permitindo tal ajustar o funcionamento da aplicação às necessidades reais do seu armazém.

Além de ser possível parametrizar comportamentos da aplicação, neste backoffice poder-se-á encontrar outras informações relevantes para o seu dia-a-dia. Assim, é possível saber quem está a trabalhar através de data e hora, início e fim, assim como que documentos estão a ser rececionados ou separados.

Este backoffice possui também uma área com KPIs (Key Performance Indicators) que permite (entre datas) saber, em tempo real, quantas encomendas foram rececionadas e separadas, o total de artigos rececionados e separados, as linhas de inventário já efetuadas, que outro tipo de documentos foram criados, entre outra informação relevante para as funções diárias de uma armazém.

Existe a possibilidade de configurar cada um dos dispositivos a nível do seu comportamento, como por exemplo, que opções estão disponíveis para um determinado utilizador, que colunas aparecem em cada grid, se controla o stock ou não, entre muitas outras.

EXTENSIBILIDADE

O Syslog possui funções de extensibilidade. Isto quer dizer que pode criar módulos ou alterar o comportamento de alguns eventos. Por exemplo, quando se fecha um processo de picking e se quer que a aplicação execute código escrito especialmente para uma determinada instalação de um cliente, e só depois (condicionado) execute o código standard, tal é possível de definir recorrendo à extensibilidade.

Para utilizar esta funcionalidade é necessária a ferramenta de low code Kalipso Studio (www.kalipsostudio.com), produto da Sysdev.